• Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 10x no cartão
Meu carrinho
0
Seu carrinho está vazio
Dicas

Mandril de furadeira: o que é, para que serve e como trocar?

Publicado em 25.09.2023 |
Visualizações
253 visualizações

As ferramentas são peças indispensáveis para o dia a dia, sem elas é impossível realizar diversos tipos de serviços, como por exemplo, a montagem de alguns móveis.

Porém, além do equipamento, alguns acessórios fazem a diferença, como o mandril de furadeira. Essa peça pode interferir no resultado do serviço, sendo assim, é melhor entender sobre o assunto.

O mandril de furadeira pode ser útil em diversas ocasiões do seu dia a dia, porém, é preciso saber como usá-lo e também como trocá-lo.

O processo pode ser trabalhoso para quem nunca realizou, mas com a ajuda de dicas e um passo a passo, tudo fica bem mais fácil.

É nessas horas que a informação cai como uma luva, então se você costuma utilizar a furadeira no seu dia a dia, vai precisar saber como manusear o mandril.

Para ajudar no processo, o nosso texto traz todas as informações relevantes sobre o mandril de furadeira. Continue a leitura e aproveite!

O que é o mandril?

imagem de furadeira com foco no mandril

Vamos começar pelo básico, entendendo o que é este item e qual a função do mandril de furadeira. Confira!

O mandril pode ser super útil para quem usa ferramentas no dia a dia, principalmente as furadeiras.

O acessório é capaz de transformar a furadeira em uma ferramenta multifuncional, pois com ele é possível adicionar novas funções ao equipamento, como a perfuração e o aparafusamento.

Sabe aquela tarefa mais complexa que requer o uso de duas ferramentas?

Então, com o mandril de furadeira isso não acontece, pois ele torna o equipamento versátil e assim você pode continuar o trabalho sem interrupções.

O utensílio tem um formato cilíndrico, basicamente ele é responsável por manter os acessórios necessários para realizar o trabalho, como se fosse uma extensão.

Geralmente, pode ser usado para as brocas de perfuração e impacto, pontas de parafusadeiras e escovas, pois, permite que outros itens sejam acoplados à ferramenta.

Tem algumas situações em que o uso do mandril é muito claro, como por exemplo, quando o tamanho da broca é maior que a capacidade da furadeira, neste caso é possível encaixar um modelo de mandril ideal para atender às suas necessidades.

Sendo assim, podemos definir que para a furadeira funcionar corretamente e entregar um bom desempenho, é necessário ter um bom mandril.

Nos próximos blocos vamos entender ainda mais sobre o mandril de furadeira. Acompanhe a leitura!

Como trocar o mandril da furadeira? Confira o passo a passo

Antes de explicar sobre como trocar o mandril de furadeira, é importante destacar que a peça original pode durar um bom tempo.

Porém, com o uso contínuo, o mandril vai se desgastante e pode apresentar defeitos, como por exemplo, o empenamento ou a aparição de barulho excessivo.

É nesse momento que é recomendada a substituição do mandril.

Se chegou a hora de trocar a peça, você deve ler atentamente o nosso passo a passo, observe!

Passo 1: Manual de instrução

É um pouco repetitivo, mas ler o manual da sua furadeira, ou pesquisar as orientações do fabricante é muito importante.

Pois assim, é possível saber com certeza qual o modelo e o tamanho do mandril novo que deve ser comprado.

Passo 2: Cuidado extra

Fazer a substituição é fácil, mas requer um cuidado extra com o equipamento, ainda mais para quem está realizando essa troca pela primeira vez.

Passo 3: Abertura da furadeira

Para trocar o mandril, o primeiro passo prático é abrir completamente a furadeira, retirando os parafusos.

Neste momento, é necessário tomar cuidado para não perder a pequena bolinha metálica que fica na ponta oposta do mandril, essa é a esfera de rolamento.

Passo 4: Separe o mandril da rosca

Na hora de realizar esse passo você pode aplicar óleo lubrificante para ajudar a desrosquear.

Passo 5: Mantenha o conjunto de mandril fixo

É preciso fixar o conjunto do mandril completo, nesse passo você pode usar uma morsa ou algum suporte.

Passo 6: Desrosquear o mandril

Esse é um movimento simples, pois tudo foi retirado da ferramenta, então basta desrosquear o mandril.

Passo 7: Coloque o mandril novo

Para colocar o mandril novo, basta fazer o mesmo processo: lubrificar e rosquear de volta, apertar bem e pronto.

Passo 8: Reinstale o conjunto do mandril

Agora, basta instalar o conjunto do mandril da furadeira, lembre-se de recolocar a esfera de rolamento. Depois, você já pode montar a furadeira e começar a usar.

Quais são as diferenças entre os diversos tipos de mandril?

mandril de furadeira

Depois desse passo a passo detalhado, vamos conhecer alguns tipos de mandril de furadeira e a suas diferenças. Confira!

Mandril com fechamento manual da chave

É o modelo mais simples de todos, pode ser chamado de tradicional, ele se encaixa na chave e é o mais comum em ferramentas domésticas, sendo uma versão econômica.

Mandril com sistema SDS automático

O sistema SDS automático está nas furadeiras de impacto e furadeiras com função martelo.

É o mais simples, pois as brocas são facilmente colocadas. Para madeira e metal, é necessário um mandril SDS Plus.

Mandril para furadeira de bancada

É um acessório vantajoso para as operações manuais. Pois, o movimento do mandril e do eixo possibilita realizar trabalhos em série de forma rápida.

Mandril para furadeira manual

Tem um ótimo custo-benefício e ainda dispensa o uso de energia elétrica.

A peça é leve e versátil, pois consegue realizar furos em diferentes materiais de baixa dureza sem utilização de energia elétrica.

É importante conhecer esses modelos, mas também entender sobre as diferenças de diâmetro entre os tipos de mandril.

O diâmetro de abertura para as brocas é algo indispensável na hora de escolher a peça, pois quanto maior for o diâmetro do eixo do mandril, mais força a furadeira precisará para operar.

Além disso, o diâmetro de um mandril de broca não pode ser muito maior que o eixo de sua furadeira.

Basicamente, o diâmetro do mandril é a espessura máxima da broca que ele pode suportar.

Por exemplo, o mandril de 1/2 suporta brocas de até 13mm, enquanto o mandril de 3/8 suporta brocas de até 10mm.

Geralmente, as furadeiras domésticas possuem mandril de 3/8, enquanto as profissionais possuem mandril de 1/2.

Como escolher um mandril na hora de comprar?

Imagem de um mandril de furadeira e uma broca

Para escolher o melhor mandril de furadeira é importante saber qual é a sua necessidade.

Por exemplo, os serviços caseiros requerem um mandril de 3/8, ou seja, tudo depende do seu tipo de trabalho.

Lembre-se de escolher boas marcas também, como a Bosch e a MTX, que podem ser encontradas na Repare Online!

Conclusão

Com todas essas informações não resta mais dúvida sobre o mandril de furadeira. Aproveite as dicas e conte com a Repare Online.

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.